INCC-DI – Série Histórica

Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-DI) é uma das versões do INCC. É medido (ou calculado) mensalmente pelo Instituto Brasileiro de Economia (IBRE) da Fundação Getúlio Vargas (FGV), uma das instituições de ensino mais bem-conceituadas do país. Concebido com a finalidade de aferir a evolução dos custos de construções habitacionais, configurou-se como o primeiro índice oficial de custo da construção civil no país. Foi divulgado pela primeira vez em 1950, mas sua série histórica retroage a janeiro de 1944. De início, o índice cobria apenas a cidade do Rio de Janeiro, então capital federal e sua sigla era ICC.

Nas décadas seguintes, a atividade econômica descentralizou-se e o IBRE passou a acompanhar os custos da construção em outras localidades. Além disso, em vista das inovações introduzidas nos estilos, gabaritos e técnicas de construção, o ICC teve que incorporar novos produtos e especialidades de mão-de-obra. Em 02/1985, para efeito de cálculo do IGP, o ICC deu lugar ao INCC, índice formado a partir de preços levantados em oito capitais estaduais. No processo de ampliação de cobertura, o INCC chegou a pesquisar preços em 20 capitais. Atualmente a coleta é feita em 7 capitais (São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Porto Alegre e Brasília).

Os INCC’s apresentam-se em três versões: Índice Nacional de Custo da Construção – 10 (INCC-10), Índice Nacional de Custo da Construção do Mercado (INCC-M) e Índice Nacional de Custo da Construção – Disponibilidade Interna (INCC-DI).

Registra-se que a diferença entre os INCC’s está no período de coleta das informações para cálculo do índice. O INCC-10 mede a evolução dos preços no período compreendido entre os dias 11 (onze) do mês anterior e 10 (dez) do mês de referência. O INCC-M é coletado entre os dias 21 (vinte e um) do mês anterior e 20 (vinte) do mês de referência. O INCC-DI é coletado entre o primeiro e o último dia do mês de referência (mês cheio).

Ano: 2022
    No mês No ano 12 meses
Mês Índice (%) (%) (%)
Abril/2021 888,191 0,90 5,08 12,99
Maio/2021 907,899 2,22 7,41 15,26
Junho/2021 927,512 2,16 9,73 17,36
Julho/2021 935,359 0,85 10,66 16,98
Agosto/2021 939,699 0,46 11,17 16,68
Setembro/2021 944,520 0,51 11,74 15,93
Outubro/2021 952,596 0,86 12,70 14,94
Novembro/2021 959,001 0,67 13,46 14,25
Dezembro/2021 962,321 0,35 13,85 13,85
Janeiro/2022 969,184 0,71 0,71 13,65
Fevereiro/2022 972,904 0,38 1,10 11,97
Março/2022 981,244 0,86 1,97 11,47
Abril/2022 990,543 0,95 2,93 11,52
Fonte: FGV

Tabela Histórica do INCC-DI Mão-de-Obra mensal

Essa tabela mostra o INCC-DI Mão-de-Obra dos últimos 24 meses. O campo “Valor” está em porcentagem.

data valor
01/03/2022 1.21
01/02/2022 0.25
01/01/2022 0.26
01/12/2021 0.00
01/11/2021 0.38
01/10/2021 0.00
01/09/2021 0.37
01/08/2021 0.00
01/07/2021 0.48
01/06/2021 2.69
01/05/2021 1.92
01/04/2021 0.00
01/03/2021 0.16
01/02/2021 0.12
01/01/2021 0.55
01/12/2020 0.10
01/11/2020 0.22
01/10/2020 0.26
01/09/2020 0.00
01/08/2020 0.12
01/07/2020 1.37
01/06/2020 0.00
01/05/2020 0.00
01/04/2020 0.00

Tabela Histórica do INCC-DI Material e Serviços mensal

Essa tabela mostra o INCC-DI Material de Construção e Serviços dos últimos 24 meses. O campo “Valor” está em porcentagem.

data valor
01/03/2022 0.53
01/02/2022 0.51
01/01/2022 1.13
01/12/2021 0.67
01/11/2021 0.95
01/10/2021 1.68
01/09/2021 0.65
01/08/2021 0.92
01/07/2021 1.21
01/06/2021 1.64
01/05/2021 2.51
01/04/2021 1.79
01/03/2021 2.46
01/02/2021 3.75
01/01/2021 1.26
01/12/2020 1.34
01/11/2020 2.44
01/10/2020 3.39
01/09/2020 2.50
01/08/2020 1.42
01/07/2020 0.94
01/06/2020 0.74
01/05/2020 0.44
01/04/2020 0.48