Salário Mínimo em 2021: veja o valor nacional e no seu estados

O presidente Jair Bolsonaro assinou a medida provisória (MP) que estabelece o salário mínimo no valor de R$ 1.100 a partir de 1 de janeiro de 2021. A MP foi publicada nesta quinta-feira no Diário Oficial da União (DOU). O mínimo em 2020 era de R$ 1.045.

O novo valor é superior aos R$ 1.088 previstos pelo governo federal na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). A alta recente da inflação fez a equipe econômica rever a sua estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), usado para definir o reajuste

Segundo estimativas do governo, cada R$ 1 de aumento no salário mínimo representa uma alta anual de R$ 330 milhões nas despesas da União.

O valor serve de base de cálculo para os aposentados e pensionistas que recebem o piso do INSS. Os beneficiários também terão direito a receber R$ 1.100 a partir de janeiro.

Salário Mínimo São Paulo

Novo valor do salário mínimo para 2021 já está em vigor desde 1 de janeiro – Foto – Roberto Mentha

A maioria dos estados brasileiros segue o valor estabelecido pelo governo federal. Mas alguns estados adotam um piso regional, superior ao valor nacional.

Em 2021, cinco estados terão seu próprio salário mínimo: São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

  • São Paulo: não segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal. Ainda não foi definido o piso estadual para 2021. Vigora atualmente no estado o piso adotado em 2019, com faixas de rendimento que vão de R$ 1.163,55 a R$ 1.183,33.

O salário mínimo regional serve de referência, sobretudo, para os trabalhadores do setor privado que pertencem a categorias não contempladas em acordos coletivos ou convenções, como domésticos.